segunda-feira, 10 de julho de 2006

SANSSARA A gente brinca de roda. A roda roda. A roda brinca com a gente. A gente sobe. A gente desce. A roda brinca ate a gente cansar E a roda, só por gostar roda; não quer parar de brincar. Roda, Roda! E a gente a ajudar mesmo querendo parar, Um, dois, subiu, e treis, quatro desceu. De novo! Outra vez! Já! Da roda, correia e caçamba nossa força no rodar. _ Pare com isso menino! _Desce dai! Vai machucar... Mamãe e Papai a chamar. Menino surdo.. Menino burro... Pobre menino... Ele só não sabe como parar de brincar! Poesia que gera poesia... Surpresa boa quanda a poesia causa a leitora e a empurra para um post tao complementar... muito legal Nanda...muito bom Eu pedi, pedi, pedi.. pra roda parar de brincar porque depois que cansa perde a graça pra criança E aí grita-chora-berra-cala só quer o colo, não roda Mas aí Papai-do-Céu vem em sonho e diz: menina peralta, pediu pra brincar! E a menina pergunta "será?" Ela sabe que machuca, ela pede pra parar Tenta de todas as formas mas empurra sem querer É que a mulher-menina mais mulher do que menina mais menina que mulher não aprendeu a crescer. by nanda reboucas

2 comentários:

Nanda disse...

Leu meus pensamentos de hoje! Preciso e certeiro!!! rsrsrs Acredito eu, na minha sonhada cegueira, que não precisava ser tanto assim! rs

Eu pedi, pedi, pedi..
pra roda parar de brincar
porque depois que cansa
perde a graça pra criança
E aí grita-chora-berra-cala
só quer o colo, não roda
Mas aí Papai-do-Céu vem em sonho e diz:
menina peralta, pediu pra brincar! E a menina pergunta "será?"
Ela sabe que machuca,
ela pede pra parar
Tenta de todas as formas
mas empurra sem querer
É que a mulher-menina
mais mulher do que menina
mais menina que mulher
não aprendeu a crescer.

De última hora, assim, simplesmente. =)

Abraço,

Nanda

Nanda disse...

vai no meu flog depois =)